Devido à profunda religiosidade do homem medieval e ao grande poder que a Igreja possuía, as melhores e mais numerosas construções dessa época foram igrejas, muitas das quais ainda existentes. Construídas, primeiro, segundo o estilo artístico românico, passam a utilizar o estilo gótico a partir dos séculos XII e XIII, com diferenças regionais conforme os meios económicos disponíveis.