Entre os séculos XI e XIII a Europa viveu uma época de grande prosperidade. O desenvovlvimento da agricultura proporcionou maior abundância de alimentos e melhorou as condições de vida, situação que provocou maior crescimento demográfico. Consequentemente, as cidades aumentam em número e em tamanho, assistem à complexificação da sua vida económica e social, ao desenvolvimento de novas formas de religiosidade e de sensibilidade artística, o gótico. Vamos procurar compreender melhor todo este processo numa viagem através da cidade medieval de Évora.